| Conexão Central |

Comunicação para resultado e retorno!

rto eBoas ideias de negócios

[tweetmeme source=”@comCENTRAL” only_single=false] Cométicos orgânicos e produtos pela internet estão entre as opções para você abrir sua empresa na área de beleza

Quem quer começar um negócio no setor de beleza conta com uma vantagem: o capital inicial exigido é relativamente baixo. No caso de cosméticos orgânicos, o maior investimento a ser feito é na certificação. Um selo de orgânico com reconhecimento internacional ajuda a abrir portas de mercados estrangeiros, redes de varejo e a atrair consumidores com o apelo de qualidade controlada.

Pequena fabricante de Botucatu, no interior paulista, a Magia dos Aromas, consegue distribuir seus cosméticos certificados pelo Instituto Biodinâmico (IBD) em 37 pontos no país. As vendas são feitas direto com os representantes e por meio do site. “O selo do IBD cria um diferencial e é um grande apelo para os produtos. Lançamos nossa primeira linha em 2006 e mantemos um crescimento de 15% a cada 12 meses”, afirma Marcos Caram, 49 anos, dono da Magia dos Aromas. A empresa fabrica hidratantes, cremes, loções e sabonetes à base de óleos de plantas amazônicas. São 2 mil unidades por mês e um faturamento de R$ 110 mil ao ano. A receita é enxuta, porém segura: “Quem procura cosméticos certificados é fiel ao conceito e compra com regularidade”, diz Caram.

Em outra ponta do segmento, uma das marcas mais conhecidas do mercado brasileiro de cosméticos orgânicos, a Surya, fabrica 350 mil itens por mês com certificação da francesa Ecocert. A empresa exporta metade de sua produção. Os outros 50% são distribuídos em lojas especializadas e redes de varejo, como o Pão de Açúcar. Os 3 mil clientes da companhia geraram um faturamento de R$ 15 milhões em 2009. O início da marca foi ainda mais modesto que o da fábrica de Botucatu. “A Surya começou em 1995, com a venda de henna em pó importada da Índia. Eu batia de porta em porta para oferecer o produto”, afirma Clélia Cecília Angelon, 52 anos, fundadora da empresa. Para iniciar um negócio na área, as regras básicas são adequar-se às normas das certificadoras e montar uma rede de fornecedores com selo orgânico. “Um empreendimento de pequeno porte precisa de dez a 12 produtores para obter a matéria-prima necessária”, diz Caram, da Magia dos Aromas.

Mesmo se a produção for teceirizada, a rede de fornecedores tem de ser criada pela marca. Os agricultores podem ser encontrados com ajuda das próprias certificadoras. “Nós auxiliamos pequenos produtores locais a adotar os procedimentos do IBD para nos vender a matéria-prima”, afirma Caram.

Fonte: PEGN – em 26.07.2010

US$ 1 BILHÃO POR ANO
A cifra corresponde ao crescimento médio do mercado mundial de cosméticos orgânicos e naturais estimada pela organização internacional Organic Monitor.

MAIS DE 10%
É quanto o setor cresceu, em média, nos últimos 14 anos, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos.

Saiba mais sobre o essencial na comunicação, para investir certo e encontrar o sucesso. Entre em contato com a comCENTRAL Comunicação.

No comments yet»

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: